Estaria eu ficando velho?

Pessoal, ou eu estou ficando velho e rabugento, ou realmente as coisas estão mudando.

Últimamente almoçar em restaurantes ou shoppings tem se tornado motivo de stress, pois a turma de adolescentes uqe neste horário saem das escolas e vão almoçar é bastante grande, até pela variedade de fast foods existentes nos shoppings.

Até aí nada de mais não?

Não. O problema é que todos querem falar ao mesmo tempo, e como não há outra alternativa para o ouvinte escutar, a conversa vai ficando cada vez mais alta, ao ponto de pessoas em mesas próximas simplesmente não conseguirem se entender.

Aí é que vem o stress. Imagine almoçar tranqüilamente, conversando amenidades, o ruído normal de qualquer restaurante, como barulho de pratos, um zum-zum das pessoas se comunicando. Isso é tudo que eu queria. Porém o que acontece é que servimo-nos e queremos comer rapidamente para saírmos dali.

Por esse motivo é que não sei se estou ficando velho, ou as pessoas estão mais sem educação, pois quando aprendi uma tal de “etiqueta”, deveríamos conversar falando tão alto quanto as pessoas a quem estivéssemos nos dirigindo pudessem ouvir. Não mais que isso.

Mas não culpo somente os adolescentes pela educação. Ela vem de casa, com o exemplo dos pais. O que se vê são pais que ao demonstrar sua falta de educação transmitem-na para os filhos, que acharão normal.

Um exemplo muito claro disso são os pais quando levam os filhos à escola, e param em fila dupla, atrapalhando todo o tráfego. Outro dia uma família em um restaurante falava tão alto, que um casal solicitou ao maitre que pedisse para falarem mais baixo.

Bem, chega de ser crítico hoje.

Outra hora eu volto para falar dos acidentes de trânsito, já que eu também fui premiado.

Anúncios
por Ricardo Postado em Geral