Bebida e direção.

A legislação com relação à dirigir após ter consumido álcool ficou mais rígida.
Agora, não há um limite mínimo para considerar como infração. Tomou, levou.
Mas sou totalmente favorável a essa nova regra. basta vermos a quantidade de acidentes em que pelo menos um dos motoristas estava alcoolizado.
Creio que é uma questão de consciência. Se vou para uma festa e pretendo beber, vou de carona, de táxi seja lá como. Claro, desde que o outro motorista também não consuma bebida alcoólica.
Lembro-me da minha fase de sair para balada (xi, faz tempo), onde eu ia com o carro, sempre levava alguém da turma que não tinha por hábito beber. Na volta, adivinhem quem vinha dirigindo? E sempre foi uma solução pois curtíamos a noite, eu bebia todas e voltávamos para casa com segurança.
Essa introdução toda foi para lhes apresentar um novo serviço que, caso você não tenha um amigo para dirigir na volta e tomou todas, já chamou o Hugo e nem consegue colocar a chave na ignição, tenha sempre em mãos este telefone. Com certeza você chegará em casa seguro: